semptur feed

SEMTUR

Secretaria Municipal de Turismo

Avenida da Paz, 1422, Centro
CEP 57020-440 // Fone: (82) 3336-4409

Projeto é apresentado a entidades de apoio a pessoas com deficiência

Equipe da Semtur e entidades de apoio a pessoas com deficiência

Equipe da Semtur e representantes de entidades de apoio a pessoas com deficiência

Foi realizada, nesta terça-feira (05), na sede da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), a primeira reunião de apresentação do Complexo Guarderia. O Projeto, que consiste na adaptação de espaço já existente na orla da Pajuçara, irá contar com acessibilidade total, contemplando área de armazenamento de equipamentos náuticos, pontos de apoio para o projeto Praia Acessível, mergulho turístico e adaptado e também para a Guarda Municipal, além de área de esportes, lazer e alimentação.

Segundo a secretária adjunta de Turismo, Luciana Sagi, este foi o primeiro encontro de muitos que serão realizados com diversas entidades que se preocupam e atuam em prol da garantia da acessibilidade pra população, para que o projeto possa ser desenhado de acordo com as necessidades de cada entidade e construído em conjunto. “Às vezes nós pensamos que são intervenções muito difíceis de serem feitas e quando entramos em contato com os cadeirantes, com deficientes visuais e auditivos, por exemplo, a gente consegue entender melhor que as intervenções são muito mais simples e possíveis”, disse. Para ela, o grupo que conheceu o projeto hoje também vai poder divulgar e apresentar como mais uma alternativa de espaço turístico para pessoas com deficiência.

O projeto, realizado por meio de contrato de repasse com o Ministério do Turismo, deve atender conceitos de cidades inteligentes, promovendo experiências sustentáveis, inovadoras e eficientes para seus usuários, tanto na adaptação do espaço quanto para sua manutenção.

Para o vice-presidente da Associação dos Cadeirantes de Maceió, Thiago Santos, é a realização de um sonho ver um projeto que atenda as necessidades de portadores das mais diferentes deficiências. “É essencial levar para a sociedade a informação de que deficientes também têm direito a espaços de lazer e esportes dessa maneira, onde consigamos ir e vir sem nenhuma barreira. Envolver a sociedade e ter essa oportunidade de integrar as necessidades de todos nos deixa muito satisfeitos”, afirmou. 

A Assessora Técnica da Semtur, Graziella Fritscher, assegura que a acessibilidade é fundamental para gente ter uma sociedade muito mais justa e igualitária. “Esse projeto chega para que a gente possa realmente dar um passo além na questão da acessibilidade, que hoje é uma necessidade cada vez mais constante. Por isso, a ideia é que a Guarderia possa servir de inspiração para outras áreas da cidade, para instituições e empresas que também abracem essa parte da população”, disse.

A construção do Projeto Complexo Guarderia promove, também, a integração entre a  Secretaria Municipal de Turismo e a Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude, responsável pelo projeto Praia Acessível. Neste primeiro encontro, estavam presentes a Adefal, AAPPE, Apar, Ciro Acyoli, Wandete de Castro, Uninassau e Associação dos Cadeirantes de Maceió.

Taynara Pretto/ Ascom Semtur

bg azul