generico feed

FMAC

Fundação Municipal de Ação Cultural

Av. da Paz, 900, Jaraguá
CEP 57025-050 // Fones: (82) 3336-2357

Projeto Vamos Subir a Serra promove atividades na Pajuçara

whatsapp-image-2017-11-14-at-11-40-23

A partir desta quarta-feira (15), o Projeto Vamos Subir a Serra inicia uma programação repleta de atividades alusivas ao Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro. O cenário deste encontro educativo, cultural, político, econômico-social e histórico será a Praça Multieventos, localizada na Pajuçara.

O Vamos Subir a Serra irá promover eventos simultâneos com a temática étnico-racial até o próximo dia 19, sempre das 8h às 22h, em uma grande tenda climatizada. Entre as atividades estão a feira de produtos afro e quilombolas e o ciclo de palestras com temas variados, a exemplo do empreendedorismo afro e do empoderamento da mulher negra.

A programação também contará com lançamentos de livros, cine-fórum, performances artísticas culturais e desfile de moda e estética negra.  O ator, cantor e humorista Érico Brás e a atriz, escritora e roteirista Kênia Maria irão abordar, respectivamente, as temáticas Mídia e Racismo e Empoderamento da Mulher Negra durante o ciclo de palestras.

Para a jornalista e coordenadora de comunicação do Vamos Subir a Serra, Valdice Gomes, o projeto valoriza a cultura afro-brasileira. “Queremos discutir todas essas questões ligadas ao povo negro, dar visibilidade aos produtos da comunidade afro e quilombola de Alagoas, além de celebrar o Mês da Consciência Negra e evidenciar a importância da Serra da Barriga”, afirmou.

“Esta parceria com a Prefeitura é fundamental para que esse evento aconteça e queremos que ela seja mantida para os próximos anos porque há uma grande necessidade de colocar essas discussões em pauta anualmente”, completou a jornalista.

O Vamos Subir a Serra é realizado pelo Centro de Cultura e Estudos Étnico Anajô, entidade vinculada aos Agentes de Patoral Negros do Brasil (APNs), em parceria com a Núcleo Zero, Governo Federal e Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac). O projeto tem patrocínio do Sebrae, da Braskem e da Federação das Indústrias de Alagoas (Fiea).

Robson Muller/ Ascom Fmac

bg azul