semas feed

SEMAS

Secretaria Municipal de Assistência Social

Avenida Comendador Leão, 1.383, Poço.
CEP 57025-000 // Telefone: (82) 3315-7378

Semas parabeniza profissionais no Dia do Assistente Social

O Dia do Assistente Social é comemorado nacionalmente nesta terça-feira (15 de maio) e homenageia os profissionais que atuam diretamente pela mudança nos rumos da Política de Assistência Social. Em Maceió, na Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), cerca de 190 assistentes sociais trabalham diariamente para levar serviços socioassistenciais às famílias em situação de vulnerabilidade.

O assistente social precisa ser formado no curso de graduação de Serviço Social, onde aprende a aplicar a política pública social na prática e a lutar pela garantia de direitos de crianças, adolescentes, jovens, idosos, mulheres e deficientes. Na Semas, os assistentes sociais trabalham em diversas diretorias e coordenações, implantando serviços assistenciais voltados a indivíduos, famílias e diversos segmentos sociais em situação de vulnerabilidade e risco.

Para a secretária de Assistência Social, Celiany Rocha, ser assistente social é lutar pela efetivação de políticas públicas para a população que se encontra em vulnerabilidade social. “Parabenizamos a esses profissionais  pelo empenho e dedicação, que demonstram diariamente no atendimento das famílias maceioenses”, destacou a secretária.

A assistente social e coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Dom Adelmo, Djane Pacheco, atua na área de assistência social há 20 anos.  Segundo ela, a vontade de ingressar no curso surgiu por, ainda na adolescência, acompanhar pessoas em hospitais e pela curiosidade de entender o universo das políticas públicas e como funcionavam.

“Eu já tinha uma inclinação pela causa, sempre queria ajudar o outro. Fui crescendo e querendo entender como e porque a assistência era direcionada. Após ingressar no curso, me apaixonei e desde então busco aprimorar minha carreira”, disse ela.

Djane Pacheco( segunda da direita para à esquerda) é assisente social e coorfdenadora do Cras Dom Adelmo Machado

Djane Pacheco(segunda da direita para à esquerda) é assistente social e coordenadora do Cras Dom Adelmo Machado

Formada pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), a coordenadora passou pelas diversas áreas da assistência social e já exerceu o cargo de secretaria de Assistência Social em uma cidade no interior da Bahia.

“Tive momentos importantes na minha carreira, como a implantação das políticas de assistência social na Bahia, onde pude ver do começo a mudança e a acessibilidade chegando a pessoas que não sabiam de seus direitos. Atualmente, é no meu trabalho diário no Cras Dom Adelmo que vivencio essa porta de entrada, que me gera uma amplitude de conhecimento tornando possível trabalhar com idosos, crianças, adolescentes, mulheres, entre outros da melhor forma possível”, acrescentou a coordenadora.

Segundo Djane Pacheco, o dia de hoje representa a defesa dos direitos, principalmente para as classes menos favorecidas. “Para ser assistente social é necessário trabalhar contra qualquer tipo de violação de direitos, seja qual for. Para quem está iniciando, meu conselho é de que essa pessoa aprenda a ser resiliente e resistente. Estamos indo na contramão do sistema, é preciso que se abrace a causa e a defenda com paixão, que sem amor não há como exercermos essa profissão tão linda e digna”, complementou Djane.

No dia 25 de maio, a Coordenação Geral de Gestão do Trabalho da Semas realizará um evento em comemoração ao Dia da Assistente Social. Acontecerá a palestra com o tema “Os 25 anos do Código de Ética do/a Assistente Social e os Desafios Políticos Profissionais Contemporâneos”, ministrada pela Profª Drª Rosa Prédis Trindade. O evento acontecerá no auditório do Centro Universitário Mauricio e Nassau, na Ponta Verde, a  partir das 8h30.

Amanda Falcão (estagiária)/ Ascom Semas

bg azul