feed

SLUM

Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió

Praça Ciro Acioly, 96, Ponta Grossa
CEP 57014-710 // Fone: (82) 3315-3062 // Disque Limpeza 0800 082 2600

Prefeitura realiza ações de combate ao Aedes Aegypti em Maceió

Equipes da Prefeitura de Maceió estão engajadas nas ações da Semana Nacional de Enfrentamento ao Aedes Aegypti, que conta com uma mobilização para conscientizar a população e reduzir os focos de proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika, febre amarela e chikungunya. O trabalho teve início na última segunda-feira (03) com ações de fiscalização e educação ambiental em borracharias para orientar sobre o descarte adequado de pneu inservível. Já nesta quinta-feira (06), as equipes iniciaram o trabalho operacional para o recolhimento do resíduo em 185 pontos da capital, entre borracharias e pontos de lixo.

Trabalho teve início com ações de educação ambiental e fiscalização nas borracharias. Foto: Ascom Slum

A Semana de Enfrentamento é uma mobilização do Governo Federal e, Alagoas, é coordenada pela Secretaria de Estado de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Semarh), em parceria com a Defesa Civil Estadual. Para a realização das ações em Maceió, houve a integração das equipes da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) e da Coordenação de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que alinharam o planejamento do trabalho em conjunto com representantes dos órgãos estaduais. As ações seguem até esta sexta-feira (07), que é o Dia D de Enfrentamento ao Aedes Aegypti.

Diretora de Planejamento e Serviços Especial da Slum, Liz Araújo lembra que o pneu é um resíduo especial que faz parte da logística reversa, onde o gerador do resíduo é responsável pela destinação final após o uso. “Isto é uma definição estabelecida pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída pela Lei nº 12.305/10, e o consumidor ou estabelecimento que gera o pneu é responsável pelo descarte final quando ele se torna inservível. Em Maceió, a maior parte do descarte inadequado ainda é realizado por borracharias, por isso é nosso foco de atuação não somente nesta semana, mas também nas ações diárias de fiscalização”, diz.

Coleta de pneus segue até amanhã (07). Somente no primeiro ponto, na Avenida Leste Oeste, a equipe recolheu 176 pneus. Foto: Lucas Alcântara/ Ascom Slum

Sobre o descarte, Liz Araújo também esclarece que em Maceió há um ponto licenciado para o recebimento de pneus: a Borracharia do Van, que é o ponto de entrega oficial na capital alagoana escolhido pela Reciclanip, entidade ligada à Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip). Lá, mensalmente são entregues uma média de 11 mil pneus. O estabelecimento fica situado na Avenida Djalma Fragoso de Alencar, 19, Jardim Petrópolis II, no bairro de Chã da Jaqueira.

Riscos à saúde

O coordenador de endemias da SMS, Erivaldo Silva, ressalta os riscos gerados a partir do pneu inservível. “A água parada em ambiente aberto, por si só, é propício à proliferação do mosquito. No pneu, é o ambiente preferido por conta da iluminação baixa e temperatura. Estamos na Semana de Enfrentamento e, com base nos índices de Maceió, estamos focando o trabalho em regiões de maior incidência das doenças geradas pelo Aedes, como as regiões da Pajuçara e Ponta Verde. Listamos todas as borracharias cadastradas pela Prefeitura, orientamos os proprietários e encerraremos a semana com a coleta de pneus. Nossa expectativa é recolher cerca de três mil unidades até a conclusão das atividades”, explicou.

Agentes de endemias da SMS estão fazendo análises da água acumulada em pneus nas borracharias. Foto: Ascom Slum

Erivaldo Silva orienta que, caso o consumidor ou borracharia deseje armazenar pneus até o devido descarte, isto deve ser feito em área coberta, longe do abrigo do mosquito. Ele ressaltou também que, em relação à coleta de pneus, esta é uma atividade que faz parte da rotina da Coordenação de Endemias da SMS. O recolhimento é feito semanalmente conforme solicitações e denúncias realizadas pela população por meio do Disque Dengue (82) 3221-2523. Ao receber a ligação, a SMS gera um protocolo e encaminha uma equipe para avaliar e recolher o material de acordo com a necessidade.

Integração

Para que as atividades fossem realizadas em Maceió, houve uma mobilização para integrar órgãos municipais ao planejamento elaborado pela Semarh, que coordena o trabalho em Alagoas conforme as diretrizes da Semana Nacional de Enfrentamento ao Aedes Aegypti. Elaine Melo, gerente de resíduos na Semarh, enfatizou que o trabalho é baseado em orientações e no recolhimento de pneus, mas também busca sensibilizar os alagoanos para colaborar com o combate à proliferação do mosquito.

Pneus estão sendo encaminhados para o ponto de coleta licenciado em Maceió, a Borracharia do Van. Foto: Ascom Slum

“Foram feitas reuniões e as cidades alagoanas foram convidadas a participar por meio de ações educativas e operacionais. O trabalho envolve as pastas da Saúde, Educação e Limpeza Urbana, consolidando ações para que a gente conscientize o cidadão e combata o mosquito no estado todo, melhorando a qualidade de vida e saúde da população. Na região metropolitana as ações foram mais efetivas, mas juntamos forças para abranger as demais regiões, contando com o apoio também dos alagoanos, já que é um processo que não depende somente do poder público”, comentou a gerente.

Lucas Alcântara/ Ascom Slum

bg azul