feed

SEMAS

Secretaria Municipal de Assistência Social

Avenida Comendador Leão, 1.383, Poço.
CEP 57025-000 // Telefone: (82) 3315-7378

Cras Selma Bandeira comemora três anos

Sede do Cras Selma Bandeira. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Há três anos o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Selma Bandeira, localizado no Benedito Bentes, oferece a política de assistência social às famílias da região.  Além dos serviços da unidade, a população tem também à disposição a Unidade Descentralizada do Cadastro Único (Cadúnico)/ Bolsa Família para programas sociais.

Segundo a coordenadora do Cras Selma Bandeira, Ana Lúcia Nogueira, a política de assistência social se tornou mais acessível nos cinco territórios de abrangência da unidade, ampliando o leque de atendimentos. “Esse equipamento social atende parte do Benedito Bentes, como os Conjuntos Freitas Neto, Cidade Sorriso 2, Selma Bandeira, Paulo Bandeira e Luiz Pedro III. O Cras veio para somar com a Unidade Descentralizada do Cadúnico. As pessoas não precisam se deslocar até  a sede do Cadúnico no Poço e tudo é resolvido aqui, poupando tempo e dinheiro das famílias que necessitam do nosso atendimento. No mês de novembro de 2018 foram realizados 2.733 atendimentos no Cras, desses, 1085 atendimentos foram  na unidade descentralizada para inclusão e atualização cadastral. É um volume muito grande de atendimento todos os dias no Cras”, disse.

Unidade Descentralizada do Cadastro Único (Cadúnico)/ Bolsa Família. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Para a coordenadora do Cadastro Único em Maceió, Stephanie Cavalcanti, a Unidade Descentralizada no Benedito Bentes  é de suma importância para a população da região, porque é uma extensão da sede  do Cadúnico,  sendo assim mais uma opção para os usuários acessarem os programas sociais.  “Vale ressaltar que o Benedito Bentes é um bairro em expansão, que engloba várias conjuntos habitacionais, assim as famílias podem ser atendidas com mais agilidade e sem precisar fazer grandes  deslocamentos”, destacou.

Além da unidade descentralizada do CadÚnico, o Cras realiza acompanhamento às famílias por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e oferece também à comunidade o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos  para crianças, adolescentes, idosos e mulheres, com atividades educativas, culturais e de lazer que têm como objetivo à promoção à qualidade de vida.

“Nós vemos a alegria e satisfação dos nossos usuários atendidos no Cras. Todos os dias,  fortalecemos os vínculos de confiança com a comunidade. Pode ter a certeza que quem vem aqui no Cras é bem atendido. Temos um grupo de idosos formado por 40 pessoas. Quisemos dividir esse grupo em dois, mais nenhum deles quis se separar e até hoje estão juntos, em um único grupo,  é realmente um vínculo que se forma”, ressaltou  a coordenadora do Cras.

Grupo de idosas durante atividades. Foto: Ascom Semas

Alessandra Hora, presidente da Associação Família Anjos, localizada no Conjunto Paulo Bandeira, destacou a importância do Cras na comunidade. “É muito importante ter o Cras aqui,  a gente não precisa ir pra outro bairro e a acessibilidade é ótima. Na associação, atendemos  cerca de 150 mães que têm filhos com microcefalia. As técnicas do Cras Selma bandeira vieram até aqui dar uma palestra falando sobre o Benefício de Prestação Continuada (BPC), para que elas pudessem  saber seus direitos e receber o benefício. O Cras realiza  todos os encaminhamentos que as mães precisam e é uma forma de estreitar os laços com a comunidade”, afirmou.

O Cras realiza um trabalho completo com as famílias da região. A família da dona de casa Solange da Silva, de 42 anos, moradora do bairro Benedito Bentes é atendida pelo Cras Selma Bandeira há vários anos, desde quando no local funcionava um núcleo do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil(Peti), hoje chamado de Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos(SCFV).

“Tenho quatro filhos que participaram e participam ainda do SCFV. Meus dois filhos, que hoje são adultos, participaram do Peti quando eram crianças. Hoje, meu filho de 12 anos, Pedro Henrique, e minha filha de 9 anos, Kayane Vitoria, participam do Serviço de Convivência e tenho certeza que isso mudou e continua mudando a vida de cada um deles. Se não existisse o Serviço de Convivência eles ficariam na rua sem ter o que fazer. A van vem buscá-los em casa e trazê-los nos dias das atividades. Eles aprendem muitas coisas lá, e vão pra vários passeios.  Fico muito feliz por isso. Eu sempre que preciso de alguma informação, as meninas do Cras me atendem muito bem. Uma vez precisei de informações  para fazer uma adoção  e elas me orientaram direitinho”, disse a usuária do Cras.

Atividade com crianças do Serviço de Convivência. Foto: Ascom Semas

O Cras Selma Bandeira tem muitos parceiros, como a Base Comunitária da Polícia Militar localizada no bairro. “Muitos bons frutos estão sendo colhidos. A parceria com o Cras leva atividades esportivas para crianças e adolescentes da comunidade. Montamos uma tenda ao lado da base, onde são realizadas práticas esportivas, como taekwondo, jiu-jitsu, futebol de salão e zumba para as mães. Esse projeto aproxima a comunidade da base comunitária e mostra como nosso trabalho é realizado”, disse o sargento Denilson.

O Cras Selma Bandeira foi inaugurado no dia 28 e dezembro de 2015 e fez parte das ações da Prefeitura de Maceió em comemoração aos 200 anos da cidade. O Centro funciona na Quadra P, s/n, Conj. Selma Bandeira – 2ª rua à esquerda, após a Base Comunitária da PM). Para informações ou para participar das atividades do Serviço de Convivência é só ligar para o telefone 3354-1767.

Vanessa Napoleão/ Ascom Semas

 

bg azul