feed

SEMELJ

Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer

Sede administrativa: Rua Sá e Albuquerque, Jaraguá, Nº 235 -
CEP: 57022-180 // Fone: (82) 3315 6019 | Vila Olímpica: Av. Alice Karoline, 43, Cidade Universitária // Fone: (82) 3315-3990. Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.

Prefeitura promove lazer para pessoas com deficiência

A Prefeitura de Maceió segue promovendo ações  de lazer para as pessoas com deficiência. Na manhã deste sábado (25), foi realizada mais uma edição do Projeto Praia Acessível, que reuniu cerca de 150 participantes, na Praça Gerônimo Ciqueira, na Praia da Pajuçara. O trabalho é realizado mensalmente pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Semelj).

O fisiculturista cadeirante Nataniel Malta, de 21 anos, aproveitou a folga dos treinos para tomar banho de mar. “Já estive aqui outras vezes e sempre participo da corrida acessível. Hoje tive a oportunidade de entrar no mar com a equipe da Prefeitura e aproveitar o momento. Não é sempre que temos isso e para mim é motivacional”, disse o atleta.

Atleta de fisiculturismo vai competir no mês de julho na orla da Pajuçara. Foto: Ascom Semelj

Para Luzenir Ferreira, mãe do pequeno Gabriel Lucas, de nove anos, o projeto é muito importante no desenvolvimento da criança. “Toda vez que meu filho passa a manhã no Praia Acessível ele sai muito feliz. Se tornou uma terapia tanto para mim quanto para ele”, comentou. “Receber a assistência da equipe facilita muito, pois não tenho força para segurá-lo e nem os equipamentos necessários”, finalizou a mãe.

Gabriel possui altismo de grau leve moderado. Foto: Ascom Semelj.

O gestor da pasta, Daniel Mello, destacou a inclusão social e a participação do público. “Hoje tivemos uma manhã inteira com muita diversão e esporte adaptado. É sempre um grande prazer receber todas as famílias que frequentam nosso projeto, um dos mais bonitos da Prefeitura de Maceió”, disse Mello.

Para o coordenador do Praia Acessível, João de Barros, a ação é importante para ressalvar os direitos da pessoa com deficiência. “É por meio do projeto que conseguimos proporcionar momentos de lazer, que são necessários no desenvolvimento educacional das pessoas. Sem dúvidas que é uma ação muito bonita”, afirmou Barros.

O Projeto Praia Acessível contou com ajuda dos parceiros do Centro Educacional Wandette de Castro, Apae, APE, Famdown, Pestalozzi, Adefal e Amor 21 , além da Uninassau, Nabuco Lopes e Illa Sorvetes.

Ascom Semelj

bg azul