feed

SEMSCS

Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social

Sede administrativa: Rua Alexandre Passos, s/n, Jaraguá- Maceió- AL.
CEP-57022-190 // Fones: (82) 3377-3033 e 3315-4747 (disque-denúncia) | Guarda Municipal: Avenida Theobaldo Barbosa, s/n, Conjunto Joaquim Leão, Vergel.
CEP: 57014-510 // Fones: (82) 3315-2848 / 1920

Secretaria reforça ação de reordenamento no Centro de Maceió

Ruas dos Calçadão do Comércio desobstruídas após o reordenamento. Foto:  Ascom Semscs

A Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) segue com o trabalho de reordenamento do Centro da cidade. As ações estão sendo realizadas em etapas e, neste primeiro momento, o objetivo é garantir mobilidade e acessibilidade para as ruas do Calçadão do Comércio por ser um local de grande fluxo de pessoas.

“Considero que a retirada dos ambulantes do Calçadão é essencial para manter o direito de ir e vir do cidadão alagoano. Acredito que deve ter uma forma dos ambulantes exercerem seu trabalho, de modo que não os afaste das vendas, mas no Calçadão não dá para eles ficarem”, comentou o estudante Marcelo Lima, que frequenta o espaço semanalmente.

O secretário-adjunto da Semscs, Dogival Ferreira, destaca que trabalho é diário para manter as ruas desobstruídas e com acessibilidade. “Iniciamos pelo Calçadão por causa do grande fluxo de pessoas e por causa de legislação específica para aquela área, que proíbe a atividade ambulante de qualquer natureza no Centro de Maceió”, explica.

A próxima etapa do projeto consiste em reordenar a região do entorno, que compreende a Rua Ladislau Neto (antiga Rua das Árvores), o corredor de ônibus e vias adjacentes. “Após consolidar essa primeira etapa, vamos nos reunir e avaliar as próximas ações para resolver a situação. É uma questão mais complexa e envolve outros órgãos parceiros, como a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), por causa do ordenamento do trânsito, e a Superintendência Municipal de Desenvolvimentismo Sustentável (Sudes), por conta dos feirantes que estão vendendo raízes, frutas e verduras no Centro, mas deveriam estar no Mercado”, detalhou Ferreira.

Ascom Semscs

 

bg azul