feed

GGOV

Gabinete de Governança

Rua Sá e Albuquerque, 235 - Jaraguá
CEP: 57022-180 - Maceió/AL // Telefones: (82) 3312-5850
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.

Conselho de Ciência e Tecnologia: veja resultado de formulário

O formulário disponibilizado para o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação,lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio do Gabinete de Governança (Ggov),  já tem resultado disponível. A ideia da pesquisa era entender as expectativas das instituições integrantes do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação com relação ao papel do CMCTI e de que forma tais entidades podem auxiliar na construção colaborativa das trilhas e diretrizes de atuação que balizarão as futuras ações para o Sistema Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

O formulário ficou disponível entre os dias 29 de janeiro e 10 de fevereiro. A participação dos integrantes do ecossistema de inovação foi de grande importância, em relação ao planejamento e a construção das estratégias municipais para o fortalecimento da ciência, tecnologia e inovação em Maceió.

Respostas

Foram 13 perguntas disponibilizadas na pesquisa. Em 11 o participante deveria assinalar uma das alternativas. Nas outras duas, poderiam ser expostos por escrito opiniões ou sugestões. O objetivo do questionário era identificar o conhecimento de políticas públicas, além das dificuldades do ecossistema para serem traduzidas em ações estratégicas.

A pesquisa apontou que 71,40% dos integrantes acharam que as instituições poderiam contribuir com a política de CT&I em Maceió, promovendo eventos políticas e práticas relacionadas à temática. Novas economias (criativa, negócios de impacto social), com 50%, e fontes de financiamento das atividades do CT&I (35,70%) foram os mais assinalados como assuntos mais relevantes a serem discutidos pelo Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

Já em relação às contribuições para territorialização da inovação no bairro de Jaraguá, 64,30% dos conselheiros acharam que buscar parcerias para os negócios localizados no bairro seria a melhor medida. Apoiar a criação de novos negócios, promover eventos periódicos (Bienal de Alagoas, MCZ Play, Batucada Literária), e discutir e disseminar a ocupação do bairro por linhas de pesquisa, com 42,90% cada, vieram em seguida.

Um ponto que merece destaque do formulário são as ações do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI). 100% dos participantes acham que as instituições podem fomentar o empreendedorismo inovador de alto impacto positivo – expressão utilizada para caracterizar transformações, inovações e melhorias a um mercado ou negócio, tendo como cerne a combinação entre lucro e impacto socioambiental positivo.

João Alvim (estagiário)/ Ascom Ggov

bg azul