feed

SEMED

Secretaria Municipal de Educação

Rua General Hermes, 1199 - Cambona
CEP 57017-201 // Fone: (82) 3312-5608
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.

Encontro reúne fornecedores de merenda e educadores

Agricultores habilitados a fornecer itens da merenda escolar promoveram feira para degustação e venda após a reunião 

O auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed) ficou lotado na manhã desta quarta-feira (19), com representantes de pelo menos 80 escolas da Rede Municipal de Ensino que conheceram os habilitados para fornecer produtos da agricultura familiar para a merenda escolar. Tanto os diretores das escolas quanto os técnicos da Semed tiveram a oportunidade de conhecer a qualidade dos alimentos, já que durante o encontro foi montada uma feira agroecológica para degustação e venda de produtos.

A coordenadora do Setor de Alimentação e Nutrição Escolar (Sane), Anna Carla Luna, explicou questões burocráticas sobre o recebimento dos alimentos, o tratamento que deve ser dado e a composição sugerida para a merenda. “Ficamos muito felizes porque a Semed está adquirindo alimentos de qualidade e substituindo os industrializados. É bom para os alunos, para os fornecedores, que têm uma venda garantida, e para a secretaria, que atende ao preceito da legislação, que estabelece a aquisição de pelo menos 30% dos produtos da agricultura familiar”, explicou ela.

Agricultores habilitados a fornecer itens da merenda escolar promoveram feira para degustação e venda após a reunião 

Gestores de 80 escolas receberam informações sobre os produtos de agricultura familiar para a merenda escolar. Foto: Ascom Semed

Edileuza Maciel, coordenadora de Programas Suplementares, destacou o papel fundamental da agricultura familiar na economia. Segundo ela, em Alagoas, o trabalho responde por 72% da mão de obra. “O importante é que esse contrato firmado com esses agricultores atende a princípios de sustentabilidade ambiental, social e econômica”, explicou ela. “Além da questão econômica, é importante ressaltar a quase ausência de agrotóxicos nos alimentos. Ou seja, a oferta de uma alimentação de qualidade para os alunos da rede de ensino da capital”, acrescentou.

A diretora da Escola Municipal Higino Belo, Maria de Jesus Leal, disse que nunca teve problemas com a entrega dos produtos por parte dos agricultores. Ela explicou que, a cada semana, recebe uma planilha do Sane com as indicações de quantidade e relação de produtos, quais são os fornecedores e as datas de entrega.

Representante da Cooperativa de Produtores de Santana do Mundaú, Simone Gomes de França, está satisfeita com o acordo firmado com a Prefeitura de Maceió através da Semed. “Nossa cooperativa, localizada em uma comunidade quilombola, representa 58 famílias, entre pais, filhos e netos. Conseguimos fornecer raízes, como macaxeira e batata-doce, banana e feijão, entre outros produtos”, explicou ela. Simone também ressaltou a importância da contratação devido à qualidade dos produtos entregues. “Eu sei da importância, porque também sou professora da rede municipal de ensino de Santana do Mundaú”, concluiu ela.

Agricultores habilitados a fornecer itens da merenda escolar promoveram feira para degustação e venda após a reunião 

Fornecedores habilitados foram à reunião falar da variedade e qualidade de seus produtos. Foto: Ascom Semed

Outro fornecedor habilitado, Antonio Santana, de Ibateguara, irá entregar frutas, verduras e hortaliças para escolas. Adalberto Santos participou da reunião para apresentar seus produtos. Ele ainda não possui a certificação emitida pela Agência de Desenvolvimento Agropecuário de Alagoas, a Adeal, para comercialização. Por isso, apresentou amostras de mel e macaxeira, principalmente. Da Cooperativa Pindorama, de Coruripe, Cícero dos Santos garantiu a pontualidade para a entrega de açúcar e leite de coco. “Já definimos toda a nossa logística para garantir a regularidade e a pontualidade”, garantiu ele.

Esse ano, das 16 propostas apresentadas pelos fornecedores, 12 foram habilitadas, um desistiu por questões operacionais e os outros onze foram contratados. No ano passado, foram contratados oito fornecedores. “Esse aumento significa a confiança dos agricultores na política da Semed”, resumiu a coordenadora do Setor de Alimentação e Nutrição Escolar da secretaria, Anna Carla Luna.

Delane Barros / Ascom Semed

bg azul