feed

SMS

Secretaria Municipal de Saúde

Rua Dias Cabral, 569 - Centro
CEP 57020-250 // Fone: 82 3312-5400
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.

Servidores são preparados para atender casos suspeitos de Covid-19

Capacitação para médicos, odontólogos, enfermeiros e gestores das unidades tratou do fluxo de atendimento dos pacientes

Com o objetivo de capacitar médicos, enfermeiros, odontólogos e gerentes de unidades de saúde para lidar com os casos suspeitos de Covid-19 (Coronavírus), a Diretoria de Vigilância em Saúde (DAS) da SMS realizou na tarde de quarta-feira (18), o primeiro de uma série de treinamentos. O encontro ocorreu no auditório do órgão e teve o objetivo de repassar os fluxos de atendimento para a doença a esses profissionais.

Capacitação de profissionais das unidades de saúde sobre Covid-19

Profissionais são capacitados para atendimentos de casos suspeitos. Foto: Ascom/SMS

De acordo com Rosicleide Barbosa, gerente de Vigilância Epidemiológica da SMS, a capacitação foi pensada com base na situação de emergência em saúde pública que o mundo está vivendo. “As informações são muito dinâmicas, assim como o próprio avanço do vírus no mundo. Por isso, já estamos nos articulando com os profissionais diante dos cenários que vem aparecendo e o dia de hoje vai servir para que passemos esclarecimentos sobre fluxo de atendimento e vigilância em saúde pensado junto à Atenção Primária”, destacou.

Durante sua apresentação, Rosicleide Barbosa repassou os fluxos de atendimento para pacientes com suspeita da doença “Nas UBS, é feita a triagem do caso suspeito, onde é o paciente recebe uma máscara cirúrgica e é encaminhado para uma área separada onde é feita uma avaliação clínica. Caso não seja o vírus, deve-se fazer o fluxo normal de atendimento, porém, caso seja, é preciso notificar de imediato o CIEVS/AL e em casos graves encaminhar para as unidades de referência ou UPAs, orientando o isolamento domiciliar para casos leves ou encaminhar para o Hélvio Auto ou unidades hospitalares nos graves”, explica a gerente de Vigilância Epidemiológica da SMS.

Capacitação de profissionais das unidades de saúde sobre Covid-19

Rosicleide Barbosa, gerente de Vigilância Epidemiológica da SMS, fala sobre fluxos de atendimentos. Foto: Ascom/SMS

Nas UPAS ou serviços privados o fluxo é quase o mesmo das UBS. Triagem do caso suspeito, fornecimento de máscara cirúrgica e encaminhamento para uma área de isolamento para que seja feita a avaliação clínica. Caso não seja, fluxo normal, caso sim, notifica o CIEVS/AL e procede a coleta de nasofaringite. Em casos leves, isolamento domiciliar, em graves, hospitalização”, completa Rosicleide Barbosa.

Manejo clínico de pacientes

Os profissionais das unidades de saúde, além de conhecer os fluxos de atendimento, também foram capacitados sobre o manejo clínico de pacientes sintomáticos respiratórios, com foco nos casos suspeitos de Coronavírus.

Mardjane Lemos, infectologista da SMS, apresentou para os profissionais as principais infecções respiratórias e suas particularidades, de modo que se saiba diferenciar cada uma delas do Coronavírus. “Com esse treinamento, esperamos que ocorra a detecção precoce de casos suspeitos, a notificação imediata, a identificação adequada dos casos de gravidade, encaminhamento adequado e seguro desses casos suspeitos e a prevenção da transmissão de infecções respiratórias”, explica.

gerente de Vigilância Epidemiológica da SMS,

Mardjane Lemos, infectologista da SMS, explica o manejo clínico de pacientes. Foto: Ascom/SMS

A infectologista destacou ainda os principais sinais de gravidade da doença que devem ser observados pelos profissionais. “Febre alta e persistente por mais de três dias ou retorno após 48h do período febril, agravamento de sinais e sintomas respiratórios, vômitos, desidratação, irritabilidade, agitação, letargia, convulsões”.

Mardjane Lemos falou também da aplicação da metodologia Fast-Track que tem o objetivo de agilizar o atendimento de casos de síndrome gripal priorizando pacientes com risco de Covid-19. “De acordo com essa metodologia o paciente deve ser remanejado para a próxima etapa de atendimento sem aguardar ou circular por outros ambientes da unidade, em um trabalho integrado dos profissionais de saúde para evitar que mais pessoas sejam infectadas”.

Capacitação de profissionais das unidades de saúde sobre Covid-19

Profissionais são capacitados sobre manejo clínico de pacientes suspeitos de Covid-19. Foto: Ascom/SMS

A infectologista repassou ainda para os profissionais as principais orientações sobre manifestações clínicas da doença, as formas de transmissão, que ocorre por via aérea ou por gotícula, e as características da infecção, que tem uma média de incubação de 5 a 14 dias até o aparecimento dos primeiros sintomas.

As próximas capacitações ocorrem no dia 20/03 (sexta) para os profissionais do III e IV Distrito Sanitário, no dia 23/03 (segunda) para o V Distrito, no dia 24/03 (terça) para o VI e VIII Distritos Sanitários e no dia 25/03 (quarta) para o VII Distrito. Todos os treinamentos ocorrem no auditório da SMS à partir das 13h30.

Informações e orientações sobre o Coronavírus

Covid-19: Consultório na Rua orienta sobre cuidados e prevenção

Vigilância Sanitária estende prazo para renovação de alvarás

Ações de prevenção e combate ao coronavírus terão prioridade

Coronavírus: Prefeitura e Governo adotam medidas mais restritivas

Covid-19: SMS reforça medidas de prevenção para servidores

Coronavírus: SMS apresenta fluxo de atendimento em unidades

Coronavírus: Vigilância em Saúde reforça medidas preventivas

Coronavírus: SMS alerta população sobre cuidados e prevenção

Ana Cecília da Silva – Ascom/SMS

bg azul