feed

SMTT

Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito

Avenida Durval de Góes Monteiro, 829 - Tabuleiro do Martins
CEP 57061-000 // Fone: (82) 3312-5330.
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.

SMTT autua e remove veículos clandestinos durante fiscalização

Operação ocorreu nos bairros do Pontal, Trapiche da Barra, Centro e Tabuleiro do Martins

Fiscalização autua e remove cinco veículos clandestinos. Foto: Ascom SMTT

Nessa quarta-feira (24), os bairros do Pontal, Trapiche da Barra, Centro e Tabuleiro do Martins receberam mais uma etapa da operação de fiscalização para retirar de circulação das vias de Maceió os veículos que realizam o transporte clandestino. Durante os trabalhos, os agentes do Grupamento de Ações Táticas de Transporte (GATT) da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) autuaram e removeram cinco automóveis.

Operação ocorreu nos bairros do Pontal, Trapiche da Barra, Centro e Tabuleiro do Martins. Foto: SMTT

Realizar o transporte clandestino é uma infração de natureza gravíssima, segundo determina o artigo 231, inciso VIII, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O condutor flagrado efetuando o transporte pirata recebe multa no valor de R$ 293,47 e perde sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Os veículos que são autuados também são removidos ao pátio da empresa Transguard, de onde só são liberados após os proprietários se regularizarem junto ao Município.

População pode denunciar transporte clandestino no número 3312-5340 e pelo aplicativo SMTT Maceió – NOI Cidadão. Foto: SMTT

“A SMTT possui um canal direto onde o maceioense pode denunciar o transporte clandestino. Caso seja detectado o transporte remunerado irregular de passageiro, o cidadão deve ligar para o Núcleo de Operações Integradas (NOI), no número 3312-5340. O serviço funciona 24 horas, todos os dias da semana. As equipes estão sempre prontas para atender aos chamados da população e garantir a segurança viária em Maceió”, salientou Alexsandre Serafim, assessor técnico de Transportes da SMTT.

O assessor técnico de Transportes explica, ainda, os perigos ofertados pelo transporte clandestino. “Além dos veículos não serem vistoriados e regulamentados junto ao Município, a grande maioria dos automóveis trafega com os equipamentos de segurança obrigatórios completamente inoperantes. Muitos condutores desses veículos sequer possuem habilitação para conduzir o automóvel. São essas e outras situações que acabam aumentando os riscos de acidentes nas vias e que colocam em risco a vida dos cidadãos que insistem em se aventurar nessa atividade irregular”, detalhou.

Ascom SMTT

bg azul