feed

SEMAS

Secretaria Municipal de Assistência Social

Avenida Comendador Leão, 1.383 - Poço
CEP 57025-000 // Telefone: (82) 3312-5900
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h

Cartão Cria: Semas já cadastrou 470 gestantes carentes de Maceió

Nesta terça-feira (2), o #TôAqui – Assistência Presente irá cadastrar gestantes de Riacho Doce

Nessa primeira semana de cadastro das gestantes para o recebimento do Cartã o Cria (Criança Alagoana), a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) já cadastrou 470 mulheres, que serão beneficiadas com um auxílio financeiro do governo estadual no valor de R$ 100 mensais.

Segundo a assistente social  da Semas, Ray Gomes, todos os profissionais do Cadastro Único (Cadúnico), Centros de Referência de Assistência Social(Cras), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos(SCFV), Centro de Atendimento Socioassistencial (Casa) e da sede Semas estão numa força tarefa para inserir o máximo de cadastros no Sistema Cria para garantir que as gestantes recebam o primeiro mês do benefício ainda em março.

Semas cadastrou 470 gestantes na primeira semana. Foto:Rafa Chafer

Para o secretário municipal de Assistência Social, Carlos Jorge da Silva, esse resultado é fruto do empenho e amor dos profissionais da Semas para que as gestantes do município sejam cadastradas e recebam o benefício o quanto antes. “Ficamos muito felizes, com esse resultado já na primeira semana. Por isso, convocamos as gestantes dos bairros de Riacho Doce e do bairro Tabuleiro para que comparecem ao # TôAqui-Assistência Presente para que também possam fazer o seu cadastro, nos dias 2, 4 e 9 março”, disse Carlos Jorge.

Nesta terça-feira (2), o #TôAqui – Assistência Presente irá cadastrar as gestantes e mães que têm crianças com síndrome congênita por zika vírus, de 0 a 7 anos,  na Escola Benevides Epaminondas da Silva, em Riacho Doce. Já na próxima quinta-feira (4),  a ação será na Escola Pedro Suruagy, na feirinha do Tabuleiro, e no dia 9 de março no CMEI Casa da Amizade, no Tabuleiro.

Devem comparecer à ação do #TôAqui nesta terça (2) em Riacho Doce para fazer o cadastro, gestantes inscritas no Cadastro Único (Cadúnico) com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que estão fazendo o pré-natal na Unidade de Saúde da Família Jorge David Nasser,  em Ipioca; na Unidade de Saúde da Família de Pescaria; na Unidade de Saúde da Família Vanderli Mª de Andrade, em Riacho Doce; e na Unidade de Saúde da Família Mª Conceição Fonseca Paranhos, em Guaxuma.

Gestantes poderão se cadastrar nesta terça na Escola Benevides Epaminondas da Silva, em Riacho Doce. Foto:Rafa Chafer

O ‘#TôAqui – Assistência Presente’ é uma oportunidade também  para que os beneficiários do Bolsa Família da região que estão com o cadastro desatualizado façam sua atualização. Essa ação também contará com parceria do Centro Universitário Tiradentes (Unit),  que realizará testes de glicemia  e aferição de pressão arterial para as gestantes e dará orientações sobre a gestação e saúde do bebê.

Cadastro de gestantes e de crianças com síndrome congênita por Zika Vírus

O cadastro continua nesta segunda-feira (1) até o dia  4  de março para  as gestantes que tem os nomes iniciados de M-Z.  O atendimento está acontecendo nos 16 Cras de Maceió, na sede do Cadúnico na Serraria e no Casa, no bairro do Prado. O atendimento nos Cras é de 9h às 15h e no Casa das 13h às 15h. As gestantes devem procurar os postos de cadastro de acordo com a unidade de Saúde em que fazem o pré-natal.

Crianças de 0 a 7 anos com síndrome congênita por zika vírus estão sendo  cadastradas de 1 a 4 de março na Associação das Famílias de Anjos de Alagoas- AFAEAL  localizada no Conjunto. Profº Paulo Bandeira – no  Benedito Bentes ll, das 9h às 15h.

O Cartão Cria é uma iniciativa do governo estadual, e beneficiará, com um auxílio financeiro de R$ 100 mensais, gestantes, bebês e crianças de até 6 anos de idade, e crianças com síndrome congênita por zika vírus, de 0 a 7 anos, inscritos no Cadastro Único (Cadúnico), com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa que vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Veja o cronograma

Orientações sobre o programa

Vasnessa Napoleão/ Ascom Semas

bg azul