feed

FMAC

Fundação Municipal de Ação Cultural

Avenida da Paz, 900 - Jaraguá
CEP 57025-050 // Fone: (82) 3312-5820
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.

FMAC cria núcleos para incentivar pesquisas e projetos culturais

Os núcleos vão atuar com as culturas afro-alagoana, digital e economia criativa

O Diário Oficial do Município trouxe, nesta quarta-feira (7), a publicação de três portarias que criam núcleos para incentivar ações de fomento à projetos culturais, principalmente nas periferias. Foram criados os Núcleos de Referência e Valorização da Cultura Afro-Alagoana, de Cultura Urbana e Digital das Periferias e de Projetos e Co-working de Economia Criativa de Maceió.

Os núcleos serão formados por três servidores da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), designados por portaria da presidência; dois integrantes do Conselho Municipal de Políticas Culturais, indicados pelo presidente; e dois representantes da sociedade civil, indicados pelos secretários municipais de Educação e Governança. As atribuições, competências e designação dos integrantes serão feitas através de novas portarias.

Sob os critérios da Administração Pública Municipal, os núcleos podem obter apoio de pesquisadores e colaboradores para elaborar pesquisas, projetos e ações de impacto cultural em Maceió. Consultores podem auxiliar os núcleos desde que selecionados através de processo seletivo ou mediante parcerias estabelecidas com a sociedade civil.

Núcleo vai fomentar ações de coletivos afro-alagoano. Foto: Ascom/FMAC

Cultura Urbana e Digital – O Núcleo tem a finalidade de discutir, realizar estudos e pesquisas, além de planejar e desenvolver políticas públicas voltadas à difusão, acessibilidade e fomento à cultura digital, sobretudo nas comunidades de Maceió.

Seu objetivo é propor, criar, executar e promover novos instrumentos e ferramentas para democratizar o acesso ao conhecimento e valorizar a cultura local, regional e nacional. Serão analisados os cenários atual e futuro de novas tecnologias e recursos de informação.

Cultura Afro-alagoana – Criado para acompanhar e apoiar ações e projetos de entidades de cultura afro-brasileira, seu objetivo principal é proteger as manifestações da cultura afro-brasileira. Serão promovidos estudos, reuniões, seminários, pesquisas, exposições, debates e eventos relacionados aos temas contemporâneos de combate ao racismo.

Economia Criativa – O núcleo visa realizar estudos e pesquisas, além de acompanhar o desenvolvimento de projetos culturais. Sua missão é fomentar a economia criativa com ações que possibilitem a inclusão produtiva e social, aperfeiçoando os meios de produção e facilitando o acesso de produtos culturais ao mercado de consumo, com qualidade e profissionalismo.

Através do núcleo, serão fornecidas as orientações necessárias e ferramentas tecnológicas disponíveis no mercado de bens culturais que auxiliem no processo de elaboração e execução de projetos culturais. Dessa forma, será possível a captação de recursos públicos e privados.

Núcleos vão incentivar projetos e pesquisas de coletivos como o Bumba Meu Boi

Foto: Ascom/FMAC

“Os núcleos têm foco especial para as comunidades de periferia, mas poderão atender toda Maceió. Eles irão funcionar na nova sede da FMAC, no prédio histórico da antiga Intendência Municipal no Centro. A iniciativa é fundamental para difundir a nossa cultura não só no estado, mas em todo o país”, pontuou Mírian Monte, presidenta da FMAC.

Ascom/FMAC

bg azul