Página Inicial

Cimadec

Centro Integrado de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil – CIMADEC, foi criado em 2019, com o intuito de monitorar as áreas de risco de Maceió, com maior ênfase nas áreas de encostas e os bairros afetados pelo processo geológico de subsidência. O trabalho consiste nos monitoramentos Meteorológico, Geológico e de Movimentação de Subsidência de Solo.

monitoramento Meteorológico abrange toda Maceió, com o acompanhamento dos postos pluviométricos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) instalados nas proximidades de algumas áreas de risco. Ao todo são 14 pluviômetros e, atualmente, nove deles estão em funcionamento (Antares, Clima Bom, Chã da Jaqueira, Farol, Farol2, Tabuleiro do Martins, Tabuleiro do Martins2, Trapiche da Barra e Vergel do Lago).

monitoramento Geológico é realizado apenas nos bairros afetados pelo processo geológico de subsidência através dos DGPS (Differential Global Positioning System) instalados. São 21 sensores, sendo 19 estações medidoras e 02 bases, que geram medições no sentido Leste-Oeste e Norte-Sul e altimétricas. Os dados são gerados em tempo real, mas para uma análise mais precisa, se faz necessário análises com dados pós processados acumulados a cada 12h, no qual possui um erro no eixo horizontal de cerca de 5mm e no eixo vertical de aproximadamente 8mm, de acordo com o fabricante.

Para o monitoramento da movimentação de subsidência do solo, é utilizado também o método de análise de dados interferométricos, disponibilizados pela mineradora Braskem, que são imagens por satélite. Essas imagens são atualizadas mensalmente e geram medições no sentido horizontal e vertical, onde complementam os dados de DGPS.

Relatórios:

Relatório semanal

Relatório mensal

Relatório técnico

Boletins:

Boletim de chuva

bg azul