feed

SEMED

Secretaria Municipal de Educação

Rua General Hermes, 1199 - Cambona
CEP 57017-201 // Fone: (82) 3312-5608
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.

Escolas da rede municipal reforçam a aprendizagem com atividades impressas

Com apoio das centrais de cópias, alunos da rede já utilizavam as atividades impressas como alternativa no período de ensino remoto

Com a volta das aulas presenciais marcada para esta segunda-feira, dia 23, as unidades escolares permanecem contando com o uso de materiais pedagógicos impressos como forma de estabelecer maior aproveitamento dos estudantes. O retorno das atividades, agora em formato híbrido, estabelece que as escolas comportem no máximo 50% dos alunos em sala de aula.

De acordo com Juliane Medeiros, coordenadora do Ensino Fundamental na rede municipal, isso torna o uso do material impresso imprescindível para manutenção do vínculo das escolas com seus estudantes. “Durante o ensino híbrido os estudantes entram em sala de aula, recebem esse material junto a uma data de retorno para correção. E a partir dessas atividades remotas a escola fica responsável por acompanhar o retorno desses estudantes”, explica ela.

Todas as escolas da rede contarão com o apoio das centrais de cópias. Foto: Luan Oliveira/Ascom Semed

Para a replicação desses materiais, todas as escolas da rede contarão com o apoio das centrais de cópias, sendo uma localizada na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed), no bairro do Cambona, e outra localizada na Escola Municipal Doutora Nise da Silveira, no bairro do Antares.

“Desde que a Semed disponibilizou esse serviço nós passamos a atender toda nossa demanda. O nosso material está sendo feito em uma dessas central de cópias”, relata a diretora da Escola Municipal Nosso Lar, Gilda Verbênia.

Escolas da rede contarão com o apoio das centrais de cópias Foto: Leonardo André Correia/Ascom Semed

Além do contato estabelecido a partir do recebimento desse material na escola, em algumas circunstâncias relacionadas a estudantes com deficiência ou mobilidade reduzida, é estabelecido um contato entre o professor e os responsáveis para melhor entendimento do conteúdo dos impressos.

“Por conta desse material impresso muitas crianças deram continuidade aos seus estudos em casa nesse primeiro momento de distanciamento. É uma ferramenta que vai continuar sendo um instrumento de trabalho muito importante para garantir a segurança nesse retorno em forma híbrida”, conclui a diretora.

“Por conta desse material impresso muitas crianças deram continuidade aos seus estudos” enfatizou Gilda Verbênia, diretora da Escola Municipal Nosso Lar. Foto: Luan Oliveira/Ascom Semed

Daniela dos Santos, mãe das estudantes Maria Eduarda dos Santos Silva, do 2⁰ ano do fundamental, e Amanda dos Santos Silva, do 8⁰ ano, considera importante a disposição desses materiais para as filhas e diz que agora pode acompanhar o progresso mais de perto.

Mãe, Daniela dos Santos, revisa material com sua filha. Foto: Luan Oliveira/Ascom Semed

Seguindo as normas de segurança sanitária para um retorno seguro dos servidores e seus estudantes, as unidades agora contam com equipamentos de proteção individual (EPI), tapetes sanitizantes e totens para higienização das mãos. Assim como sinalizações que indicam a divisão das carteiras e espaços livres. Contudo, em casos de suspeita da Covid-19, a orientação passa a ser a de acompanhar o aluno de forma remota, através da utilização desses materiais impressos.

Caio Roque (Estagiário) / Ascom Semed

bg azul