Página Inicial

Ações e Projetos – Fmac 2017

CARNAVAL 2017
A Prefeitura de Maceió promoveu mais uma vez o Carnaval descentralizado. Em 2017, a Fundação Municipal de Ação Cultural organizou os festejos em oito polos distribuídos nos bairros do Pontal da Barra, Ponta Grossa, Jacintinho, Benedito Bentes, Fernão Velho, Bebedouro, Ipioca e Pajuçara. A programação contou com apresentações de grupos de bois, frevo e desfiles de escola de samba e shows de vários gêneros musicais.

EDITAL DAS ARTES – CANTEIROS DE OBRAS
O catálogo “Canteiro de Obras” foi lançado no mês de fevereiro em vernissage realizado no centro cultural Arte Pajuçara O projeto fotografou ateliês de 20 artistas sob a curadoria de Rosivaldo Reis e Viviani Duarte Acioli. Além das imagens, um DVD com entrevistas acompanha o livro.

EDITAL DAS ARTES – JARDIM EM SUSPENSO
A artista Karla Melanias retornou com exposição “Jardim em Suspenso” nos meses de fevereiro e março. Nela, Melanias exibe obras realizadas a partir de matéria orgânica, animal ou vegetal, como metáfora das questões humanas relacionadas à existência. A exposição tem como conceito principal o renascimento através da arte. Apresenta obras que propõem a reflexão acerca do tempo, questionando a fronteira entre a morte e vida a partir da criação de um universo onírico. A artista também nos convida a repensar a relação entre o humano e a natureza.

XANGÔ REZADO ALTO
A sexta edição do projeto Xangô Rezado Alto aconteceu no dia dois de fevereiro no Centro de Maceió. A programação contou com apresentações de grupos de afoxé, maracatu e orquestras de percursionistas, além de um cortejo que percorreu ruas do Centro.  O evento tem como principal finalidade o combate à intolerância religiosa, lembrando o episódio que ficou conhecido como “Quebra de Xangô” – quando, em 1912, casas de culto afro religiosos de Maceió e do interior de Alagoas foram invadidas e destruídas.


GIRO DOS FOLGUEDOS – MULHERES
Em março, a Fundação Municipal de Ação Cultural realizou uma edição especial do projeto Giro dos Folguedos, no Centro de Maceió, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Três folguedos se apresentaram em um tablado montado na Rua do Comércio: o Pastoril Estrela de Belém, as Baianas Flor do Bairro (Baianas do Pontal) e o Grupo feminino do Maculelê Yá Capoeira. A iniciativa é fruto de um convênio entre a Prefeitura de Maceió e o Ministério da Cultura.

EDITAL DAS ARTES – VOLTA À SECA
O espetáculo Volta à Seca iniciou em maio uma temporada de apresentações gratuitas no Teatro Deodoro, localizado no Centro. Baseado no livro “Andarilhos”, de Maurício Melo Júnior, e dirigido por Marco Antônio Campos, o espetáculo narra histórias do cangaceiro Volta Seca, que integrou o bando de Lampião ainda criança e se tornou um dos mais violentos do grupo. Apesar da personalidade agressiva, o cangaceiro sergipano escrevia versos e compunha músicas que embalavam a rotina do bando. O ator Chico de Assis, que no ano passado completou 40 anos de teatro, interpreta o personagem principal.

EDITAL DAS ARTES – AVELHA
No espetáculo Avelha, a atriz alagoana Ivana Iza marcou o retorno dela aos palcos. A peça de teatro estreou no dia primeiro de abril, no Centro Cultural Arte Pajuçara. O espetáculo também é vencedor do prêmio nacional Myriam Muniz e trata de questões ligadas à memória, ao esquecimento e à imaginação. Ivana Iza interpreta uma atriz que ao ficar mais velha, vê a si mesma como solitária e confusa ao relembrar da carreira e de relações familiares. A primeira temporada do espetáculo será encerrada no fim deste mês.

EDITAL DAS ARTES – MASSALA
No dia 21 de abril deste ano, no feriado de Tiradentes, o músico e compositor alagoano Gama Júnior iniciou o Projeto Circulação Massala, com apresentação no Centro Cultural Arte Pajuçara. No espetáculo, Gama Júnior mistura música regional brasileira com música indiana e divide o palco com artistas convidados.

EDITAL DAS ARTES – O COCO ALAGOANO “PRA TODO MUNDO PISAR”
Em 2016, o projeto O Coco Alagoano “Pra Todo Mundo Pisar” realizou apresentações e oficinas de percussão em áreas periféricas da capital. A iniciativa teve quatro edições em comunidades como Clima Bom e Vergel do Lago. Em junho, o projeto teve sua quinta e última edição no coletivo Afro Caeté, em Jaraguá.

EDITAL DAS ARTES – DVD WADO
O cantor Wado escolheu o Rex Jazz Bar, localizado no tradicional bairro do Jaraguá, para gravar o primeiro DVD de uma carreira de 16 anos. O novo projeto do músico foi contemplado com o Prêmio Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC).

EDITAL DAS ARTES – OS DESEJOS DE MIRIAN
As redes sociais estão cada vez mais presentes no cotidiano das pessoas, aproximando e distanciando relações. Foi com essa reflexão que o curta-metragem “Os Desejos de Mirian” foi concebido. O filme, contemplado com o Prêmio Guilherme Rogato, da Fundação Municipal de Ação Cultural de Maceió, foi exibido pela primeira vez em sessão gratuita realizada em junho de 2017 no Teatro Jofre Soares – Sesc Poço, localizado no Centro.

EDITAL DAS ARTES – A FARSA DA BOA MOÇA
O Centro de Pesquisa Cênica (Cpec) levou o espetáculo A Farsa da Boa Moça para escolas da Rede Municipal de Ensino, por meio do Edital das Artes Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió. O espetáculo tem direção de Claudemir Santos e produção de Aldine de Souza.

EDITAL DAS ARTES – BRASIL DOS ORIXÁS
O teatro do Centro Cultural Arte Pajuçara foi o cenário do espetáculo inédito Brasil dos Orixás. A atração, idealizada e elaborada pelo Grupo Thembá, foi um dos projetos contemplados com o Prêmio Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac).

EDITAL DAS ARTES – TAMBOR FALANTE
Com o apoio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), por meio do Edital das Artes Eris Maximiano, o projeto Tambor Falante: Refletindo, Debatendo e Transformando Realidades promoveu reflexões sobre preconceito e vulnerabilidade social em Alagoas e promovendo debates em diversos pontos de Maceió. O projeto foi organizado pelo Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô.

EDITAL DAS ARTES – VOLANTE
O espetáculo teatral Volante, idealizado e executado pelo coletivo homônimo, foi apresentado em diversas comunidades de Maceió após a premiação no Edital das Artes Eris Maximiano, da Prefeitura de Maceió. O espetáculo conta a história de um andarilho que saiu de casa para desbravar o mundo, em busca da felicidade, puxando uma carroça carregada de memórias.

EDITAL DAS ARTES – PONTINHO DE CULTURA DE BAINCADEIRAS POPULARES
Com o intuito de retomar as brincadeiras de rua em comunidades de Maceió, a Associação Artística de Pesquisa Circense-Teatrais Orquídeas de Fogo criou o Projeto Pontinho de Cultura de Brincadeiras Populares. O projeto, que foi contemplado com o Prêmio Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), foi executado em nove comunidades periféricas da capital durante os meses de julho, agosto e setembro com a participação de crianças de 3 a 12 anos.

EDITAL DAS ARTES – LABORATÓRIO DE INTERVENÇÕES E NARRATIVAS URBANAS
O projeto Sururu LAB – Laboratório de Narrativas Urbanas levou à Escola Técnica de Artes (ETA), localizada no Centro, uma programação repleta de atividades que exploram seis segmentos das artes visuais: Fotografia, Graffiti, Lambe-Lambe, Mapping, Estêncil e Performance. O projeto foi um dos 36 contemplados com o Prêmio Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação (Fmac).

EDITAL DAS ARTES – SARAVÁ
Após um longo período de pesquisa e composição cênica, foi apresentado ao público o espetáculo Saravá. A montagem de dança, que contou com uma equipe formada por cinco integrantes, apresentou os movimentos do orixá Oxumarê e elementos das culturas africana e indígena em terreiros de religiões afro-brasileiras, teatros e ambientes alternativos nas cidades de Maceió, Arapiraca e Palmeira dos índios. O espetáculo foi um dos projetos contemplados com o Prêmio Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac).

EDITAL DAS ARTES – CADÊ MEU NARIZ
As palhaças Colette Gomette e Anna de Lirium estiveram em Maceió nos dias de 22 a 25 de março a convite do Clowns de Quinta. As apresentações das artistas integraram a programação do evento Cadê meu Nariz, promovido pelo Clowns de Quinta com o apoio da Fundação Municipal de Ação Cultural, por meio do Edital das Artes Eris Maximiano.

EDITAL DAS ARRTES – FESTIVAL MAIONESE
Já tradicional na geografia alternativa da música e da cultura na capital alagoana, o Festival Maionese, organizado pelo Coletivo Popfuzz, chegou à sua décima edição, por meio do Edital das Artes Eris Maximiano, da Prefeitura de Maceió. Dessa vez, o festival faez jus ao número de execuções, em um clima de celebração impossível de esconder e apresentações de 16 artistas e bandas alagoanas e brasileiras.

EDITAL DAS ARTES – ENTRE RIO E MAR HÁ LAGOANAS
Premiado pelo Edital das Artes Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), o espetáculo “Entre Rio e Mar Há Lagoanas” realizou uma temporada de apresentações no Teatro Jofre Soares, do Sesc Centro. O espetáculo resgata a memórias de mulheres para contar a história do nascimento da lagoa, entre rio e mar.

EDITAL DAS ARTES – AMORES ÉBRIOS
A performance Amores Ébrios foi apresentada duas vezes no mês de dezembro. A primeira no Quintal Cultural, localizado no bairro do Bom Parto, e a segunda no Rex Jazz Bar, no Jaraguá. Os textos apresentados são de autoria de Brisa Paim, Bruno Ribeiro, Igor Machado, Milton Rosendo e Nilton Resende. A parte musical fica por conta de Bruno Rodrigues e Léo Bulhões. Amores Ébrios foi um dos 37 contemplados pelo Edital das Artes Eris Maximiano.

EDITAL DAS ARTES – AS MELHORES NOITES DE VERONI
As “Melhores Noites de Veroni”, de Ulisses Arthur, participarou da mostra competitiva da 50ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, realizado entre os dias 15 e 24 de setembro, no Cine Brasília. Dos 778 filmes inscritos, apenas nove longas-metragens e 12 curtas-metragens foram selecionados.

EDITAL DAS ARTES – AVALANCHE
O curta-metragem Avalanche, dirigido por Leandro Alves e financiado pela Prefeitura de Maceió, por meio do Prêmio Guilherme Rogato, da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), representarou Alagoas no 12º Festival Audiovisual Comunicurta, em Campina Grande, na Paraíba.

FESTIVAL DE BUMBA MEU BOI 2017
O tradicional festival é realizado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural. O evento, que chegou na 25ª edição em agosto de 2017, acontece em parceria com a Liga dos Grupos de Bumba Meu Boi de Maceió. Durante duas noites, 22 grupos de bumba meu boi se apresentaram na arena montada no estacionamento público de Jaraguá.

FLIPONTAL
A primeira Festa Literária de Maceió aconteceu em um dos pontos turísticos mais conhecidos da capital alagoana: o Pontal da Barra, às margens da Lagoa Mundaú, entre os dias 30 de agosto e 2 de setembro de 2017. O evento, realizado por meio de uma parceria entre Prefeitura de Maceió, Associação Cultural Lagoa do Sul e Associação dos Artesãos do Pontal da Barra, promoveu mesas de debates, palestras, oficinas, saraus literários, exposições, feira de livros, desfile de moda e apresentações musicais.

GIRO DOS FOLGUEDOS
O projeto Giro dos Folguedos retornou, em outubro de 2017, com um cortejo que percorreu a Avenida Silvio Carlos Viana, a famosa Rua Fechada, na Ponta Verde. O evento integrou a programação de abertura da campanha Maceió Rosa, que promoveu uma série de ações para conscientizar a população sobre a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama ao longo do mês de outubro. Dezenas de folguedos de capoeira, guerreiro, pastoril e afoxés participaram do cortejo e se apresentaram em cima de tablados montados na orla marítima de Maceió ao longo do mês de outubro.

FORRÓ DE VERÁ
A Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), realizou a primeira edição do Forró de Vera com a participação de bandas e artistas solo que trabalham com a autêntica música nordestina. O evento aconteceu no Corredor Vera Arruda, localizado na Jatiúca, nas quatro sextas-feiras de outubro e integrou a programação oficial da campanha Maceió Rosa.

MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA
Ao longo do mês de novembro, a Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), realizou uma série de atividades alusivas ao Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro. A programação comemorativa contou com apresentações do espetáculo Os Filhos do Céu e Os Corações de Tambor, do projeto Em Cantos Africanos, contemplado com o Edital das Artes Eris Maximiano, e com os eventos Vamos Subir a Serra, Saurê Palmares e Encontro de Maracatus de Baque Virado, realizados na Praça Multieventos, localizada na orla da Pajuçara.

NATAL DOS FOLGUEDOS
Para celebrar ao início dos festejos de fim de ano da capital, a Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), realizou o Natal dos Folguedos. O grande momento do evento foi a inauguração da iluminação de natal, realizada na Praça Gogó da Ema, localizada na orla da Ponta Verde. As apresentações dos grupos de folguedos aconteceram no mesmo local durante os dias 2, 3, 9, 10, 15, 16 e 17 de dezembro.


REDE MUNICIPAL DE PONTOS DE CULTURA
Em dezembro de 2017, a Fundação Municipal de Ação Cultural promoveu a certificação das 15 entidades culturais selecionadas para a formação da primeira Rede Municipal de Pontos de Cultura, implantada na capital alagoana a partir de um convênio firmado com o Ministério da Cultura, por meio do programa Cultura Viva. Cada Ponto de Cultura receberá R$ 60 mil para desenvolver atividades culturais que irão complementar a formação de alunos de 18 escolas da Rede Municipal de Educação.


CONCERTO DE NATAL
A música erudita tomou conta da orla da Pajuçara durante o Concerto de Natal, realizado pela Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac) em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) na noite do dia 23 de dezembro. O evento, que aconteceu na Praça Multieventos, contou com apresentações de grupos alagoanos de música clássica.


RÉVEILLON
A tradicional queima de fogos da capital iluminou a noite da virada de ano. O show piromusical (fogos lançados ao ritmo de músicas festivas) aconteceu em cinco pontos da orla marítima e teve duração de 12 minutos. Os fogos foram lançados a partir de balsas posicionadas na enseada da Pajuçara, Alagoinhas e em três pontos da Ponta Verde.

bg azul