feed

GVP

Gabinete Vice-Prefeito

Rua Sá e Albuquerque, 235 - Jaraguá
CEP: 57022-180 - Maceió/AL. Fones: 82 3312-5840 / Horário de atendimento (Administrativo): segunda a sexta, de 8h às 14h.

Prefeitura de Maceió lança políticas públicas para população em situação de rua

Nesta quinta-feira é comemorado o Dia Nacional de Luta da População de Rua

No Dia Nacional de Luta da População de Rua, a Prefeitura de Maceió lançou iniciativas de políticas sociais para atender ao público que vive em situação de vulnerabilidade na cidade. Na manhã desta quinta-feira (19), foram apresentados para a sociedade civil o Plano Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Municipal para População em Situação em Rua e o funcionamento do Programa Nova Chance.

Para o biênio 2021 a 2023, as ações do Município quanto ao atendimento da população de rua serão norteadas pelo Plano Intersetorial, que será constituído como documento de referência para a organização e acompanhamento das políticas públicas.

“Esse plano teve uma construção de forma conjunta com toda a sociedade civil, assim como os setores públicos do município. Tudo que foi proposto somente será possível a execução com engajamento e compromisso de todos. O prefeito JHC tem incentivado a toda sua equipe fazer de Maceió uma cidade de todos nós, com inclusão ao mercado de trabalho para que as pessoas possam a ter sua dignidade de volta e vamos em busca desses resultados”, disse Fábio Rogério, assessor de Políticas Sociais.

Presente à solenidade de lançamento, o vice-prefeito Ronaldo Lessa, lembrou que as diferenças sociais na capital alagoana ainda são grandes e causam forte desafio para os gestores, que precisam além de ter um olhar obrigatório para as minorias, precisam exercer o olhar de amor ao próximo.

“O prefeito JHC tem um compromisso que exige equilíbrio. A diferença social ainda é muito grande em Maceió, por isso a nossa missão é muito grande. Vamos trabalhar para esse programar avançar e trazer grandes sonhos para todos”, reforçou Ronaldo Lessa.

Encontro reuniu poder público e sociedade civil. Foto: Wilma Andrade

A proposta do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Municipal para População em Situação de Rua é fazer com que as metas presentes no Plano Municipal possam mudar a realidade desse público.

O presidente do Comitê, o advogado Daniel Gueiros, enfatizou que a sociedade civil trabalhou incansavelmente para construir as propostas de acordo com a realidade dos mais de três mil moradores de rua existentes na capital. Ao todo foram apresentadas 56 propostas das Secretarias Municipais de Governo, Assistência Social, Saúde, Educação, Turismo e Esporte, Trabalho e Abastecimento.

“Nada do que estar proposto no Plano saiu sem a participação ativa do Movimento da População de Rua em Maceió. Precisamos do engajamento de todos para que as ações do Comitê sejam legitimadas e possamos, de forma integrada, garantir melhorias nas condições de vida e na garantia dos direitos da população de rua”, acrescentou Daniel Gueiros.

População acompanhou os debates que pretendem reduzir a vulnerabilidade social em Maceió. Foto: Wilma Andrade

Programa Nova Chance


O Nova Chance é um programa que oferta cursos de qualificação profissional para a população em situação de rua, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Neste primeiro momento os cursos serão nas áreas de construção civil, hotelaria e gastronomia. Os alunos terão estágio prático na própria Secretaria e, logo após, serão inseridos no mercado de trabalho.

Para o secretário de Assistência Social, Carlos Jorge, o Nova Chance é um grande laboratório para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. “Vamos trabalhar nessas pessoas a ressocialização emocional, de ascensão social e trazer essa vida da rua para um ambiente de dignidade. O programa vem aí para oportunizar essas vidas para qualificação profissional”, afirmou Carlos Jorge.

Evento de lançamento do Plano Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Municipal para População em Situação em Rua Foto: Wilma Andrade

O público alvo do Programa Nova Chance, será a população em situação de rua atendida e acompanhada nos serviços de acolhimento institucional da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), dos Centros de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (POPS) e unidades parceiras da sociedade civil.

A diretora de Proteção Especial da Semas, Tatiana Boia, falou da importância desse projeto, que dará oportunidade à essas pessoas de serem inseridas na sociedade com qualificação profissional. ‘’O lançamento Nova Chance marca nossa atuação enquanto política de assistência, ofertando aos nossos usuários meios para que eles consigam superar a condição de rua e sejam protagonistas de suas vidas’’, afirmou a diretora Tatiana.

O Programa é fruto de um estudo e esforço de toda a equipe, onde foi detectado por meio de dados, experiências dos serviços e escuta ativa dos usuários a real necessidade deles e quais soluções efetivas precisam ser tomadas para que eles tenham dignidade e seus direitos efetivados.

‘’Isso é só início. Fortaleceremos ainda mais as políticas públicas para a população e nossos usuários saberão que essa gestão está totalmente voltada para a inclusão, a cidadania e a efetivação dos direitos da pessoa humana’’, concluiu a diretora.

Ascom SMG / Semas

bg azul