Página Inicial

Estruturação do Destino

PROJETO PRAIA VIVA

Fundamentado em 4 principais eixos (limpeza, governança institucional, frequentadores e prestadores de serviço), o projeto Praia Viva tem buscado, através de parcerias, a implementação de ações efetivas que garantam a sustentabilidade socioambiental da orla urbana de Maceió. Até 2016, o Praia Viva instalou cerca de 80 coletores seletivos doados pela Braskem nas praias de Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Cruz das Almas, beneficiando banhistas e prestadores de serviço, Em uma das ações de maior visibilidade do projeto.

 

PROJETO ORLA MARÍTIMA

Com o objetivo de reordenar a orla urbana de Maceió, o projeto Orla Marítima tem sido construído em parceria com seus principais atores (empresários da orla, órgãos fiscalizadores, frequentadores) para a implementação de novas práticas na gestão das praias da capital alagoana, em relação à prestação de serviços qualificados, padronização de equipamentos, fiscalização e sustentabilidade econômica e socioambiental.

 

DRENAGEM

Dentro da Carteira de Projetos Estratégicos Mais Maceió, criada pela Prefeitura, as obras de drenagem para a melhoria da balneabilidade das praias urbanas da capital foram mais uma importante conquista da Semtur junto aos parceiros envolvidos na ação. Cerca de 7 mil metros de tubos de PVC doados pela Braskem integram a rede de drenagem das onze estações elevatórias do projeto, que será entregue à comunidade ainda em 2017. O projeto conta com o financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) através do Fundo Multilateral de Investimento (Fumin).

 

MACEIÓ MAIS INCLUSIVA ATRAVÉS DA ECONOMIA CIRCULAR

Em parceria com o Fumin, a Prefeitura de Maceió lançou em fevereiro de 2017 o Maceió Mais Inclusiva Através da Economia Circular, projeto que teve iniciativa da Semtur e que vai trabalhar o melhoramento da cadeia do sururu na Lagoa Mundaú e no Centro pesqueiro de Jaraguá. O objetivo do programa, que terá um investimento de US$ 4 milhões, é fazer do marisco – tradicional na culinária de Maceió – um alimento de alta qualidade, visando a exportação nacional e internacional. Outras metas são a qualificação das comunidades pesqueiras e a melhoria do meio ambiente, já que os resíduos do sururu serão reaproveitados para a produção de fertilizantes, material para a construção civil e alimentação animal. Para o turismo, o programa também será um diferencial, uma vez que o visitante poderá ter a experiência da cultura da pesca através da exposição das espécies no mercado e na balança do peixe, além da criação de um espaço para degustação de mariscos e pescados.

 

SINALIZAÇÃO TURÍSTICA

O projeto de sinalização dos atrativos turísticos de Maceió, em fase final de elaboração, prevê a instalação de 100 placas e 2 pórticos em pontos estratégicos da capital, criando um modelo harmônico que valoriza os principais pontos de interesse da cidade e estabelece padrões de indução de fluxo, wayfinding (para pedestres) e sinalização de atrativos.

 

BANHEIROS DA ORLA

Com uma frente junto ao Ministério do Turismo, a Semtur viabilizará um dos mais aguardados projetos para a orla urbana de Maceió: a construção de equipamentos públicos com chuveiros e banheiros. O modelo do equipamento deve ser escolhido através de concurso público, democratizando a ação e garantindo o uso de materiais sustentáveis na implementação do projeto.

CENTROS DE ATENDIMENTO AO TURISTA

Maceió possui hoje três Centros de Atendimento ao Turista (CATs) fixos, localizados em pontos estratégicos: Aeroporto, Rodoviária e praia de Pajuçara. Além deles, há dois CATs itinerantes, um no Porto de Maceió, que funciona durante a temporada de navios, e no Centro Cultural e de Exposição Ruth Cardoso, sob a demanda de grandes eventos. Os servidores dos CATs, além de atenderem diretamente o turista, distribuem gratuitamente material informativo e promocional e aplicam questionários de pesquisa a fim de identificar potencialidades, fluxos e demandas do turismo local.

CAT MÓVEL

Com financiamento do Ministério do Turismo, a Semtur terá um Centro de Atendimento ao Turista móvel, um veículo tipo furgão que será adaptado com equipamentos e tecnologias para atendimento aos turistas. Ele irá circular por praças públicas, feiras de artesanato, bairros históricos e em locais de grande movimentação turística, principalmente durante a alta temporada. Além disso, o furgão também irá para outros municípios turísticos quando houver necessidade de atendimento. O veículo também irá participar de feiras nacionais de turismo, servindo também como stand para promoção do destino Maceió.

SENSIBILIZAÇÕES E CAPACITAÇÕES

A Semtur realiza periodicamente sensibilizações e capacitações turísticas entre os mais diversos públicos como taxistas, jangadeiros, prestadores de serviço da orla, policiais militares, guardas municipais, artesãos, condutores de embarcações marítimas e lagunares, recepcionistas, entre outros, sempre visando a melhoria dos serviços prestados por quem lida direta ou indiretamente com os turistas que visitam a capital.

bg azul