sms feed

SMS

Secretaria Municipal de Saúde

Rua Dias Cabral, 569, Centro
CEP 57020-250 // Fone: (82) 3315-5180

Começa campanha de vacinação contra HPV

Vacinação HPV - Escola Dom. Helder Câmara.  Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Vacinação HPV – Escola Dom. Helder Câmara.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

Teve início na manhã desta segunda-feira (10), a campanha de vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV), em escolas públicas e particulares do município. A vacinação é destinada a meninas de 11 a 13 anos e tem como objetivo reduzir casos e mortes em decorrência do câncer de colo de útero. As alunas da Escola Dom Helder Câmara, localizada no Feitosa, receberam a primeira dose da imunização.

Segundo dados do Programa Nacional de Imunização (PNI), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a vacina é dividida em três doses. A primeira foi aplicada hoje, a segunda será aplicada em seis meses, e a terceira, cinco anos após a primeira dose. Tomando as três doses, a mulher estará imune ao vírus.

Para a enfermeira Heloísa Tigre, a vacina é importante pois previne contra quatro tipos de HPV, 16 e 18 (presentes em 70% dos casos de câncer de colo de útero), e, 6 e 11 (presentes em 90% dos casos de verrugas genitais). “A imunização nessa idade é importante, pois é quando as meninas costumam iniciar sua vida sexual, cada vez mais cedo. Tomando todas as doses da vacina, elas estão protegidas contra o vírus do HPV e o consequente desenvolvimento do câncer de colo de útero”, afirma a enfermeira.

Júlia Oliveira, coordenadora do PNI em Maceió, lembra que a vacina é indicada para pessoas que nunca tiveram contato com a doença. “A vacina contra o HPV tem uma destinação preventiva, não tendo efeito em infecções já existentes”, explica.

O exame de prevenção do câncer ginecológico, Papanicolau, pode detectar alterações precoces no colo do útero e deve ser feito rotineiramente por todas as mulheres. Não se conhece o tempo em que o HPV pode permanecer sem sintomas e quais são os fatores responsáveis pelo desenvolvimento de lesões. Por esse motivo, é recomendável procurar serviços de saúde para consultas periodicamente.

O câncer de colo de útero apresenta forte potencial de prevenção e cura quando diagnosticados precocemente. A campanha nas escolas se estende até o dia 10 de abril, após essa data, a vacina estará disponível apenas nas unidades de saúde.

Ana Cecília da Silva – Ascom SMS

bg azul